Free
Multimedia

17/04/2021 07:26 (UTC)

COMUNICADO CIBA 2021

Hackathon Ibero-Americano aborda desequilíbrios de gênero

(Informação concedida pela entidade que a assina) "Os participantes trabalharam durante 24 horas para encontrar soluções para incentivar a presença de estudantes mulheres nos cursos de ciência, tecnologia, engenharia e matemática e, também, estimutar que mais homens cursem estudos universitários nas áreas de humanas e ciências sociais  O hackathon universitário organizado pela Fundação Cúpula Ibero-Americana e a Universidade de Andorra (UdA) conseguiu envolver estudantes de diferentes países da região ibero-americana para encontrar soluções a uma problemática muito atual e global: os desequilíbrios de gênero no âmbito universitário. Assim, os participantes trabalharam durante 24 horas para encontrar fórmulas para incentivar a presença de estudantes mulheres nos cursos STEM (ciência, tecnologia, engenheira e matemáticas) e, também, fomentar que mais homens cursem estudos universitários no âmbito das humanidades e as ciências sociais.
A participação na iniciativa superou todas as expectativas da organização. O país que mais se envolveu com o evento foi a Nicarágua, de onde provêm a maior parte dos participantes, animados pelas próprias universidades e pela comissão de inovação do Conselho Nacional de Universidades deste país do Caribe. A Universidade Nacional Autônoma da Nicarágua, em Manágua, por exemplo, habilitou uma grande sala na qual trabalharam mais de 50 equipas durante as 24 horas que durou a iniciativa. Um dos estudantes desta universidade, Jader Antonio Dormuz, explicou que foi “uma experiência única e muito enriquecedora”. Por sua vez, José Germán Malespín mostrou entusiasmo pelo fato de poder contribuir para o desenvolvimento social não só de seu país, mas também para solucionar uma “problemática global”. Ambos qualificaram de forma positiva o resultado da experiência de trabalhar em equipes multidisciplinares. Outros participantes de estudos relacionados com a engenharia e a informática qualificaram a experiência como um “grande desafio”, já que não dominavam os conhecimentos da área social. Brian Morales, da Universidade Nacional de Engenharia de Nicarágua, explicou que tenta “ver a problemática desde o ponto de vista humano e não tanto desde o ponto de vista da engenharia, e mostrar empatia para com a sociedade dos ensinos primário e secundário”. Por sua vez, Juan Carrique, porta-voz de um grupo da Argentina formado por membros da Universidade Nacional do Litoral e a Universidade Tecnológica Nacional de Santa Fé, classificou o tema como “muito interessante, porque é uma problemática muito vigente e muito presente no nosso dia a dia”. Carrique também afirmou que trata-se de uma questão que deve ser trabalhada desde a escola, e que foi um desafio identificar as ações que podem impelir as universidades a conseguir mais participação de mulheres nos cursos STEM. Também participaram da iniciativa estudantes de Chile, Colômbia, Cuba, México e Peru. Na Península Ibérica, uma das universidades com maior participação foi a Universidade Nacional de Educação à Distância (UNED) da Espanha, que teve quatro equipes. Desta universidade, o professor Sergio Martín indicou que o tema escolhido foi “muito oportuno, pois proporcionou aos participantes estímulo para investigar o assunto, aprender e internalizar conceitos sobre o problema”. Também houve um grupo misto com a participação da Universidade de Andorra (UdA) e da Universitat Oberta de Catalunya (UOC). Alodia Rueda, estudante de bacharelado em Informática da UdA, disse que foi “uma experiência muito positiva e emocionante” e ainda salientou a dificuldade de trabalhar sobre uma questão tão complexa e transversal. Rueda acrescentou que, sobretudo, foi um grande desafio achar soluções bidirecionais, ou seja, não só para incentivar o interesse pelos cursos STEM entre as mulheres, mas também para que os homens optem pelos cursos tradicionalmente mais feminizados. A proposta enquadra-se na celebração da XXVII Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo que Andorra organizará em 21 de abril com o tema ‘Inovação para o Desenvolvimento Sustentável -Objetivo 2030. Ibero-América perante o desafio do coronavírus’, escolhido devido à nova situação mundial e aos desafios causados pela pandemia do SARS-CoV-2.
MAIS INFORMAÇÕES: Serviço de comunicação e imprensa da XXVII Cúpula Ibero-Americana – Andorra 2020
Fundação Cúpula Ibero-americana prensa@ciba2020.ad (+376) 691600 / (+376) 821600
www.cumbreiberoamericana2020.ad #Andorra2020 #acaminhodaCúpula" AGÊNCIA EFE S.A.não se responsabiliza pela informação que contém esta mensagem e não assume nenhuma responsabilidade perante terceiros sobre o seu conteudo total, estando igualmente desresponsabilizada da entidade autora do mesmo.
Hackathon Ibero-Americano aborda desequilíbrios de gênero

Contenidos de la noticia:

<
>

Hackathon Ibero-Americano aborda desequilíbrios de gênero

Hackathon Ibero-Americano aborda desequilíbrios de gênero

Sugerencias de Producto

Texto
EFECOM
Foto
Servicio Gráfico General España
Texto
Texto internacional general para España
Foto
Fototeca
Texto
Efedata
Vídeo
EFE VÍDEO España
Vídeo
EFE VÍDEO Internacional para España
Reportaje
Reportajes general España